Galeria de fotos
SINDVIG FPOLIS esteve no Congresso Nacional dos Vigilantes

Neste espaço o SINDVIG/FPOLIS vai disponibilizar as fotos dos eventos realizados pelo Sindicato ou por parceiros.

Data: 21/07/2010

A solenidade de abertura dos trabalhos do 7º Congresso Nacional dos Vigilantes, de 21 a 24 de julho,de 2010,  em Salvador (BA), contou com a presença de autoridades, representantes de organizações sindicais do Brasil e do exterior, especialistas em questões relacionadas ao trabalhador empresários. O SindVig Florianópolis esteve presente com a participação do presidente Luiz Carlos. Os trabalhos foram abertos pelo presidente da CNTV, José Boaventura, que falou da importância do momento para a categoria. “Este é um momento político rico e nós não podemos perder de vista tudo aquilo que já buscamos, estamos buscando e ainda vamos alcançar”, disse ,citando, como exemplo, o reconhecimento de que vigilantes trabalham em atividade de risco e a necessidade de brigar pela valorização da profissão. “Não queremos apenas reais a mais. Queremos defender e valorizar a vida das pessoas; queremos, também, o direito à felicidade”, ressaltou. A solenidade de abertura dos trabalhos do 7º Congresso Nacional dos Vigilantes – Heralde Silva Santos contou com a presença de autoridades, representantes de organizações sindicais do Brasil e do exterior, especialistas em questões relacionadas ao trabalhador e empresários. Os trabalhos foram abertos pelo presidente da CNTV, José Boaventura, que falou da importância do momento para a categoria. “Este é um momento político rico e nós não podemos perder de vista tudo aquilo que já buscamos, estamos buscando e ainda vamos alcançar”, disse ,citando, como exemplo, o reconhecimento de que vigilantes trabalham em atividade de risco e a necessidade de brigar pela valorização da profissão. “Não queremos apenas reais a mais. Queremos defender e valorizar a vida das pessoas; queremos, também, o direito à felicidade”, ressaltou. A representante da CUT - Nacional, Denise Motta Dau também enfatizou a oportunidade da realização do Congresso. “O momento em que ele ocorre é muito estratégico principalmente por causa das eleições e pela disputa de projetos que está colocada para a sociedade”, disse. E reforçou. “A eleição de um novo parlamento nos dá muita esperança”. Denise lembrou que a proximidade de eventos esportivos importantes a serem realizados no Brasil, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas são uma oportunidade ímpar de negociar uma agenda social que inclua a geração de novos empregos e contrapartidas sociais para os repasses que virão de órgãos como o BNDES. O secretário de imprensa da Contraf-Cut, Ademir Wiederkehr ressaltou a importância da parceria entre bancários e vigilantes. “Trabalhamos dia-a-dia juntos, na luta que travamos pela segurança bancária, pela vida das pessoas e pela alteração na forma de se tratar a questão da terceirização neste país”,lembrou. Os representantes da Uni Global Alberto Barrow e Nigel Venes enfatizaram a importância da aproximação com o movimento sindical brasileiro “em especial com a segurança privada no Brasil”. Nigel falou da necessidade de se encontrarem soluções comuns para trabalhadores que prestam serviços a uma mesma empresa de segurança ao redor do mundo, como é o caso da Prosegur, por exemplo. “Existe uma possibilidade de acordo”,destacou. Odair Conceição, que representou a Fenavist, falou da importância de se estabelecer uma ligação entre o trabalho e o capital e declarou: “só teremos trabalhadores com melhores condições de trabalho quando tivermos contratantes que respeitem os contratos que assinaram”. Maria Del Carmem , o deputado estadual Yulo e a vereadora Marta Rodrigues saudaram os presentes e destacaram a importância do Congresso para o movimento sindical e a luta dos trabalhadores brasileiros.     Fonte: Assessoria de Imprensa CNTV